VMS

Bommm dia, meninas!

Hoje o post é exclusivamente para nós, mulheres! Quase todas nós temos TPM, eu então… tenho demais! Inclusive estou nesse momento hahaha.

IMG_5237

Eu gravei alguns vídeos com o Flavio Passos na semana retrasado e, conversando com ele, ele me falou bastante sobre esse tema. Pedi para ele escrever um texto para colocar aqui no site e ele topou. 🙂

 

Vejam só:

______________
TPM : MELHORE OS SINTOMAS ATRAVÉS DE NUTRIENTES E ESTILO DE VIDA
Estima-se que por volta de 75% das mulheres sofram mensalmente com sintomas de tensão pré-menstrual (TPM). Dentro deste número, de 30 a 40% relatam que os desconfortos causados pela TPM prejudicam suas atividades diárias, e até mesmo suas relações afetivas e sociais.
Por incrível que pareça, a ciência ainda não detectou de modo preciso as causas exatas da TPM. Sabemos que tem relação com as mudanças hormonais, mas isso certamente não é tudo, pois se assim fosse, todas as mulheres sofreriam de TPM em todo seu período fértil, e isso não ocorre. Outros fatores, como alimentação, presença de toxinas no organismos e estilo de vida, tem papel crucial na manifestação e intensidade dos sintomas.
Os sintomas da TPM geralmente começam de 7 a 10 dias antes do início do fluxo menstrual e incluem:
• Alterações emocionais e de humor, como nervosismo, irritabilidade, tristeza e depressão
• Distensão abdominal
• Constipação
• Dores de cabeça
• Mudanças no apetite e compulsão por doces
• Fadiga
• Retenção de líquidos
• Dores nas articulações
• Problemas de memória
• Sensibilidade e inchaço nos seios
• Problemas de concentração
• Dificuldade para dormir
• Ganho de peso
NUTRIENTES QUE PODEM AJUDAR DURANTE TPM
Muitos estudos já foram realizados e conclui-se que alguns nutrientes afetam de modo decisivo os sintomas.
Os mais importantes são:
CÁLCIO: Um dos elementos mais solidamente pesquisados no alívio dos sintomas pré-menstruais. Estudos apontam que a ingestão adequada de cálcio pode melhorar bastante as alterações de humor, irritabilidade, depressão, diminuir as dores de cabeça e no corpo, inchaços e desconfortos diversos.
MAGNÉSIO: Presente em mais de 300 processos metabólicos no organismo, o magnésio é muito importante no alívio de cólicas, para melhorar o humor, propiciar relaxamento muscular e do sistema nervoso e para diminuir a retenção de líquidos.
FERRO: O ferro é vital e uma boa ingestão deste mineral ajuda na redução da grande parte dos sintomas, incluindo a fadiga e os sintomas emocionais e mentais, já que o ferro participa da formação de serotonina. Interessantemente, a presença do ferro não heme, ou seja, o tipo presente nos vegetais foi apontado como responsável por esses efeitos.
POTÁSSIO: É o eletrólito mais abundante no interior das células e parece melhorar os sintomas gerais, contribuindo também para que não aconteça retenção de líquidos (inchaço).
VITAMINA B6: A deficiência de vitamina B6 é apontada como um fator importante nos sintomas de TPM, a ingestão adequada desta vitamina pode melhorar os sintomas de ansiedade, irritabilidade, retenção de líquidos e depressão. A B6 é um cofator na produção de neurotransmissores, sendo assim pode ajudar a estabilizar e melhorar o humor, importante ser tomada em conjunto com B9 e B12.

 

ÔMEGA3 (DHA E EPA): Os ácidos graxos Ômega 3 possuem ação anti-inflamatória, além de serem muito importantes para o funcionamento cerebral, inclusive melhorando quadros de depressão. Contribuem para diminuir a dor e a inflamação, estabilizar e melhorar o humor e o funcionamento do cérebro. Além da ingestão de Ômega 3 é preciso diminuir a ingestão de Ômega 6.
TRIPTOFANO, TIROSINA E VITAMINA C: O triptofano contribui para a formação de serotonina e a tirosina contribui para a produção de dopamina, ambos neurotransmissores importantíssimos para a estabilidade do humor e a sensação de bem-estar. A vitamina C atua também na síntese da serotonina.

Estes nutrientes contribuem para melhorar os sintomas emocionais e psíquicos.
Além destes nutrientes, pesquisadores e profissionais apontam a importância do zinco, cromo, vitamina E e K.
Certas plantas e ervas, utilizadas em forma concentrada, em chás ou mesmo na culinária também podem trazer ótimos resultados. Dentre as mais utilizadas estão a erva-doce, gengibre, cúrcuma, dente de leão, cardo mariano, agnocasto e ervas calmantes como camomila e melissa para a estabilidade do humor.
LOW CARB E TPM
Os altos e baixos de açúcar no sangue desgastam o organismo e geram fome e desejo por comida – principalmente carboidratos e doces, criando um círculo vicioso e prejudicando o metabolismo e o humor.
A melhor maneira de regular o apetite, diminuir o desejo excessivo por doces, prevenir oscilações de humor e melhorar o funcionamento geral do organismo é priorizar as gorduras naturais e proteínas e diminuir ao máximo os carboidratos, principalmente no começo e ao longo do dia (não esquecendo que os vegetais são idealmente os ingredientes presentes em maior quantidade).
Inúmeras mulheres já relataram imensa melhora, e até mesmo uma eliminação total dos sintomas de TPM com esta estratégia.
PARA AMENIZAR A TPM, BUSQUE INCLUIR NA DIETA:
• Grande variedade e quantidade de vegetais, folhas verdes, microalgas como spirulina e clorella, ervas e temperos.
• Sementes, nuts, frutas (de preferência as de menor carga glicêmica, como cítricas, vermelhas e silvestres, e oleaginosas como coco e abacate).
• Alimentos ricos em fibras.
• Linhaça, pois contribui para o equilíbrio hormonal.
• Peixes ricos em Ômega 3.
• Cacau, pois possui uma substância chamada anandamida que contribui para o bem-estar.
• Alimentos ricos em tirosina e triptofano.
• Maior teor de gorduras e proteínas, diminuindo o açúcar e carboidratos.
ALÉM DISSO, É IMPORTANTE:
• Aumentar a exposição ao sol, que é um elemento chave para a produção de dopamina, serotonina e endorfinas, principalmente o sol da manhã. O sol mais forte, do fim da manhã, meio-dia e começo da tarde, possui maior concentração de raios ultravioleta para a produção de vitamina D, que também é muito importante.
• Manter-se hidratado com água de qualidade.
• Praticar exercícios físicos.
• Praticar ioga e técnicas de relaxamento.
• Utilizar ferramentas para administrar o estresse.
• Evitar Óleos vegetais industrializados (soja, milho, girassol, canola, etc.), gorduras trans e gorduras hidrogenadas, alimentos causadores de possíveis alergias e intolerâncias, como glúten e lactose; cafeína, álcool e soja, que pode causar excesso de estrogênio.
Para baixar um ebook com detalhes sobre cada nutriente, onde encontrá-los, referências científicas completas para estudo aprofundado e ainda uma SUPER RECEITA de brownie sem glúten, low carb e vegano contendo TODOS estes nutrientes…. clique no link a seguir!
Nutrientes Anti-TPM + Receita Brownie

__________________

 

Nossa Flavio eu AMEI!!! Muito obrigada! Vou usar todas essas dicas nesse período mais “chatinho” de todo mês.

E vocês, gostaram?!

 

O Flavio é CEO da Pura Vida, além de apresentador, pesquisador e comunicador. Para mais informações sobre a marca dele (que eu sou suspeita para falar, mas sou apaixonada pelos produtos), o Instagram é @flaviopassos.puravida.

IMG_5238

IMG_5239

 

 

Beijos!!!

Gabi

Continue lendo

Banner Alekta