Snapchat

Comida, vício?

 

Assim como o vício em bebidas alcoólicas, drogas e cigarros, existe o vício em comida. De acordo com a médica Nora Volkow, do Instituto Nacional de Abuso de Drogas (Estados Unidos), a dopamina — neurotransmissor relacionado a vários tipos de vícios —, se comporta da mesma maneira nos cérebros dos viciados em comer. Quem sofre deste transtorno ingere alimentos em grandes quantidades de uma vez só e come constantemente em um determinado período.

Cientificamente, esse distúrbio é chamado de transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP). E apesar de pouco conhecido, acomete de 3 a 5% da população em geral e 30% das pessoas obesas, e é ainda mais comum do que a bulimia e a anorexia, que afetam entre 1 e 5%, respectivamente.

Segundo pesquisas, alguns outros hábitos foram percebidos em indivíduos que sofrem deste mal. Portanto, preste atenção! Entre eles, comer quando está psicologicamente abalado e também sob pressão; ingerir uma grande quantidade de comida, mesmo quando não tem fome; esconder hábitos alimentares por vergonha; e sentir-se descontente com a aparência, peso e autoestima.

Existem tratamentos que podem melhorar e conscientizar o paciente a respeito deste problema, como acompanhamento psicológico e supressores de alimentos, mas é imprescindível que a pessoa faça todo e qualquer tratamento acompanhado de uma reeducação alimentar e prática de exercícios físicos. Afinal, uma boa alimentação é essencial para a manutenção da saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Se você não come o que precisa, pode sofrer com a falta de nutrientes. Por outro lado, se come em excesso, também acaba prejudicando a sua saúde. Basicamente, deixo registrada aqui oito dicas para que você ingira a quantidade correta de alimentos:

  • Coma mais vezes, em pequenas medidas;
  • Coma mais fibras;
  • Descanse;
  • Alimente-se em casa ou leve marmita;
  • Escove os dentes depois das refeições;
  • Mantenha um diário alimentar;
  • Diminua o estresse.

Acredito que com mudanças no estilo de vida, é possível alimentar-se com todos os nutrientes que seu organismo precisa sem ingerir mais calorias do que se gasta. Coma apenas o necessário, nem mais, nem menos!

06_08_blog

texto

06_08_insta

texto

Continue lendo

Banner Alekta